Repositório Digital do Transporte

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.itl.org.br/jspui/handle/123456789/497
Título: Redução da sinistralidade no transporte rodoviário de carga: modelo conceitual para promoção da sustentabilidade do negócio
Autor(es): Melo Neto, Adolfo Gomes de
Silva, Jeferson Cordeiro da
Reis, Marcelo Braz
Ribeiro, Marcio França
Costa, Mário Fernando da
Brito, Philippe Calderia
E-mail: adolfo.neto@tora.com.br
jeferson.silva@3filhostransportes.com.br
marcelo.braz@marimex.com.br
marcio@coopercarga.com.br
mario.costa@sequoialog.com.br
Orientador: Risério, Fabio
Número da turma: GN - T34
Data do documento: 2020
Citação: MELO NETO, Adolfo Gomes de et al. Redução da sinistralidade no transporte rodoviário de carga: modelo conceitual para promoção da sustentabilidade do negócio. 2020. 95 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gestão do Negócio) - Fundação Dom Cabral; Instituto de Transporte e Logística, São Paulo, 2020.
Resumo: Como um setor altamente competitivo, a redução da sinistralidade (perdas) é hoje um dos maiores desafios para as empresas especializadas em transporte rodoviário de carga. Em razão da crise que o país vem enfrentado nos últimos anos, as empresas precisam urgentemente diminuir os índices de sinistralidade, os quais trazem um expressivo prejuízo para as empresas transportadoras e uma grande insatisfação nos seus clientes. Em visitas de benchmarking em organizações consideradas referência e na aplicação de questionários em aproximadamente 30 empresas de pequeno, médio e grande porte, deparamo-nos com a necessidade de as empresas realizarem ações de redução de sinistralidade por meio de uma mudança de comportamento das pessoas; este seria obtido por um envolvimento maior da alta administração e por meio de um alinhamento estratégico deste tema nas organizações. O presente trabalho tem como objetivo ofertar ao mercado um modelo conceitual de redução da sinistralidade, um que seja factível de ser implementado por empresas de pequeno, médio e grande porte do setor de transporte rodoviário de cargas, tornando o negócio destas empresas mais sustentável e viável. O modelo conceitual propõe que as empresas elaborem suas políticas e seus planos, incluindo os objetivos a serem alcançados e o desenho dos processos, focalizando na redução da sinistralidade e colocando em prática o planejado, executando processos e desenvolvendo suas atividades de comunicação, treinamento e sensibilização. Com base nas visitas de benchmarking e nos questionários, concluiu-se que o tema da sinistralidade nas empresas do setor de transporte rodoviário ainda não possui o envolvimento necessário da alta administração, assim como não apresenta iniciativas de maior alcance na comunicação e no treinamento junto a seus funcionários. Para solucionar essa lacuna, propõe-se um modelo conceitual que seja de fácil compreensão pelas pessoas e, ao mesmo tempo, que abranja a ideia de como as ações devem ser estruturadas. Vale ressaltar a necessidade de o modelo refletir a cultura da empresa e não, simplesmente, ser uma cópia de exemplos existentes.
Palavras-chave: Logística
Sinistralidade
Transporte rodoviário de cargas
Descrição: Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gestão do Negócio) - Fundação Dom Cabral; Instituto de Transporte e Logística, São Paulo, 2020.
Aparece nas coleções:Gestão de Negócios (GN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Redução da sinistralidade no transporte rodoviário de carga.pdf1.48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.